Dicas para obesos iniciantes na musculação

Dicas para obesos iniciantes na musculação

Dicas para obesos iniciantes na musculação

“O primeiro erro que vejo é a pressa em emagrecer. Você deve ter ouvido em algum lugar e ignorou, porque eu entendo por que você ignorou, porque eu também ignorei na minha época, mas eu estraguei tudo e depois fiz a coisa certa e funcionou… É brilhante, não é? Mas o que precisa passar pela sua cabeça? Uau, eu estou realmente gordo, quanto mais cedo sair dessa situação, melhor, e você está certo. Mas, se você se concentrar nos carboidratos e começar a se exercitar muito, não poderá sustentar zero carboidratos por muito tempo, por uma semana, um mês, agora por três meses, por um ano você não vai conseguir, então você para e engorda novamente. Já não aconteceu com você? E. Mas em relação ao treinamento, isso vem junto, porque se a pessoa continuar treinando, bem, pelo menos uma coisa ela seguiu, mas ela também para porque tem uma recuperação tão ruim, tão desmotivada, porque às vezes os baixos carboidratos causam não só desconforto físico, mas também desconforto mental e emocional. É assim, você diz: Não, estou bem, mas não quero ir, não tenho vontade… É desanimador, realmente desanimador, e então você não treina, você não desanimará, então quero dizer, não é sustentável. Então, o primeiro ponto é este: você não come menos do que gasta, mas gasta mais do que come, e isso não é a mesma coisa. Por que não é a mesma coisa? Imagine que você gasta 2.500 calorias e come 2.000, 500 calorias em déficit calórico, certo. Agora, vamos supor que estou trabalhando com um aluno de consultoria que tem o mesmo déficit de 500 calorias, mas ele não quer treinar, e então ele come 1.000, porque ele gasta 1.500. Então, você vê que um vai comer 1.000 e o outro vai comer 2.000, e ambos têm um déficit de 500. Quem aguenta mais tempo? Quem terá melhor disposição? Quem estará de melhor humor? Quem terá mais prazer? Quem ficará menos faminto?…”

Dicas para obesos

Esse é um pequeno trecho de um vídeo do nutricionista brasileiro Leandro Twin. Em sua fala, ele destaca a importância de um emagrecimento sustentável, sem pressa, sem exageros e sem privações extremas. Ele destaca que o primeiro erro é a pressa em emagrecer, pois isso leva a dietas muito restritivas, com baixa ingestão de carboidratos e muita atividade física, o que pode trazer problemas físicos e emocionais.

Para Leandro, o caminho para um emagrecimento saudável é gastar mais do que come, mas sem exageros, sem passar fome, sem se privar de alimentos saborosos e sem se machucar com exercícios exagerados. É preciso encontrar um equilíbrio, uma dieta adequada às necessidades individuais, uma atividade física prazerosa e uma mente saudável e motivada.

Similar Posts

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *